Um assassino se “confessou” com um padre e acabou na prisão? Esta é a verdade

Quer ajudar o nosso blog a continuar online? Assine Agora Mesmo!

Vários meios de comunicação asseguraram que um homem que assassinou a sua esposa “confessou” o seu crime a um padre, que o denunciou às autoridades. Esta é a verdade.

John Grazioli, de 44 anos, assassinou a sua esposa, Amanda, de 31 anos, em sua casa localizada no condado de Erie, na Pensilvânia (Estados Unidos), no começo de março. Depois de abandonar o corpo dentro de casa, dirigiu-se a St. Peter Cathedral e pediu para conversar com um sacerdote.

Pe. Michael Polinek, que atendeu Grazioli, disse a ‘Erie-Times New’ que o assassino “estava um pouco perturbado e, depois de um momento, basicamente disse: preciso te dizer que assassinei a minha esposa e eu vou voltar para casa e vou me suicidar”.

Quer ajudar o nosso blog a continuar online? Assine Agora Mesmo!

Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.