Conheça a Santa da Divina Misericórdia

Do nascimento ao dia da morte. Conheça brevemente a vida de Santa Faustina, a religiosa nascida na Polônia, que lutou para ser acolhida em um convento e se tornou uma santa reconhecida por anunciar a misericórdia de Deus.

Batizada de Helena Kowalska, nasceu no dia 25 de agosto de 1905,na aldeia de Glogowiec, distrito de Turek, prefeitura de Poznan (atualmente Swinice Warckie, principado de Konin), na Polônia. Era a terceira de dez filhos do casal Estanislau Kowalska e Mariana Babel.

JUVENTUDE 1920 e 1922: Helena pede aos pais permissão para entrar em um convento, mas eles negam, pois não tinham recursos para o dote necessário e estavam mergulhados em dívidas – e, acima de tudo, eram muito ligados à filha e não queriam perde-la.

CONVENTO 1925: Uma visão de Cristo Sofredor interpela Helena. Após isso, ela resolve bater na porta de vários conventos e acabou acolhida na Congregação das Irmãs de Nossa Senhora da Misericórdia, em Varsóvia, no dia 1° de agosto de 1925.

CHAMADO 1925: Por várias vezes Helena foi tentada a deixar a comunidade, mas Jesus lhe apareceu e exortou: “Chamei-te para este e não para outro lugar e preparei muitas graças para ti” (D. 19).

REVELAÇÕES 1926: Dentro da Congregação, Helena recebeu o hábito e o nome de Irmã Maria Faustina.

VOTOS 1928: Ano da primeira profissão dos votos religiosos de Irmã Faustina. No lado de fora do convento, nada transparecia a profunda vida espiritual que haveria de incluir as graças extraordinárias da contemplação infusa, o conhecimento da misericórdia divina, visões, aspirações, estigmas escondidos, o dom da profecia e discernimento, e o raro dom dos esponsais místicos (D. 1056).

MISERICÓRDIA 1931: Após atravessar pela “noite escura” das provações físicas, morais e espirituais, a partir de 22 de fevereiro de 1931, Jesus começou a se manifestar à Irmã Faustina de um modo particular, revelando uma extraordinária centralidade do mistério da misericórdia divina.

PECADORES 1934: Na Quinta-feira Santa, Cristo revelou à Irmã Faustina o desejo de que ela se entregasse pela conversão dos pecadores. Ela respondeu prontamente com um ato de consagração no qual se ofereceu voluntariamente pelos pecadores.

MORTE 1938:  Vítima de uma tuberculose que lhe atacou pulmões e intestinos, Irmã Faustina recebeu, no dia de sua morte, o sacramento da unção dos enfermos – na época chamado de viático – pelas mãos do Pe. Andrasz. Na presença da Irmã Ligoria, erguendo os olhos para o céu, Irmã Faustina morreu às 22h45 do dia 5 de outubro de 1938. O seu corpo foi sepultado no cemitério do convento em Cracóvia-Lagiewniki.

PROCESSO 1965: Ano de início do processo informativo para a canonização de Irmã Faustina.

CONCLUSÃO 1967: No dia 20 de setembro de 1967, o então cardeal Karol Wojtyla encerra o processo informativo com uma sessão solene.

BEATIFICAÇÃO 1993: O polonês Karol Wojtyla se torna Papa João Paulo II em 1978, e por suas mãos Irmã Faustina é beatificada em 1993.

CANONIZAÇÃO 2000: Irmã Faustina se torna a primeira santa canonizada no Terceiro Milênio cristão. O milagre que permitiu a canonização foi a cura do Pe. Romualdo P. Pytel, que sofria de “estenose aórtica predominante, calcificada e localizada na bicúspide, com insuficiência aórtica associada, e descompensação cardíaca esquerda”. A data de sua celebração litúrgica é dia 5 de outubro, que marca seu nascimento para o céu.

Conheça a  Biografia de uma Santa / Faustina Kowalska

Ela foi acusada de histeria e de fantasias espirituais. Por muito tempo ninguém acreditou que essa moça simples e sem instrução havia sido escolhida por Jesus para ser a secretária da Divina misericórdia. Quando experimentava as trevas, sentia que Deus a havia abandonado, que se encontrava completamente só. Quando via Jesus, conversava com ele. Prepare-se o mundo para minha última vinda – disse-lhe Jesus (cf Diário 429). Como ele devia realizar – em visões místicas, ela viu o inferno e a sua canonização. A Igreja por muito tempo não pôde avaliar a importância da sua mensagem. No entanto, a devoção à Divina Misericórdia espalhou-se pelo mundo inteiro – conforme o desejo de jesus.

Leia também:
O Terço da Divina Misericórdia e suas Promessas
A Hora da Misericórdia relevada à Santa Faustina
O Santuário da Divina Misericórdia da Cracóvia

 

Fonte: Santuário da Divina Misericórdia

One thought on “Conheça a Santa da Divina Misericórdia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.