Pode o católico cantar a parte do hino que chama a Pátria de IDOLATRADA?

Assim como o simples fato de ajoelhar-se por si só não significa idolatria, falar uma palavra sem nada significar verdadeiramente também não é idolatria. Portanto, cantar o Hino Nacional brasileiro, na parte que diz que a pátria é idolatrada não configura idolatria da parte de quem canta, se não tiver a intenção de idolatrar, obviamente.

A idolatria se configura no fato de colocar coisas ou pessoas no lugar de Deus ou acima do próprio Deus, portanto, meras palavras não significam idolatria, mas o sentimento atribuído quando dizemos essas palavras que podem caracterizar a idolatria.

Leia também: [ Léo Santana mostra sua devoção a Padroeira do Brasil ]

Lembremo-nos também do tempo histórico que foi idealizado e produzido o Hino Nacional Brasileiro, era costume adjetivar como idolatrada algo que se amava muito.

Por exemplo, a música Lundu da Marquesa de Santos de Villa Lobos e Viriato Correa que começa assim: “Minha flor idolatrada…”, sendo que não há sentido de real idolatria.

Se assim fosse, várias pessoas estariam idolatrando pelo simples fato de falar: “Eu aforo determinada coisa, determinada comida..”. (querendo dizer que é muito boa), ou então, “eu adoro minha namorada”.

Quantos casais estariam condenados ao fogo eterno, não?

Leia também: [ Santuário de Aparecida registra o maior número de fiéis dos últimos 300 anos ]

Protestantismo

Tal questionamento surge através da fé fraca de muitos protestantes, que procuram se ater a lei fria, sem atentar ao momento histórico e a interpretação e o sentido que tem determinadas ordenanças divinas, basta ver o questionamento das imagens da Santa igreja.

Via Filhos de Deus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.